Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks

Frente “O Pará Ninguém Divide” foi lançada em Belém

http://www.paraonline.com.br/frente, s
sexta-feira, 22 de julho de  2011
Unir forçar contra o retalhamento do Pará e evitar a criação dos estados do Tapajós e Carajás é a principal diretriz da Frente “Não Carajás. O Pará Ninguém Divide”, que deu largada na luta contra a divisão do estado na tarde da última quinta-feira (21), no Hotel Crowne Plaza, em Belém. Estiveram presentes ao evento vereadores que fazem parte da Frente, representantes de movimentos sociais, associações, lideranças comunitárias e cidadãos que valorizam o estado.

Última atualização ( Sex, 22 de Julho de 2011 19:26 )

 

Por que Estado do Tapajós?

Recebemos do conterrâneo João Augusto de Oliveira, ex-prefeito de Oriximiná, mensagem com algumas questões que consideramos bastante pertinentes a respeito da criação do Estado do Tapajós. Apesar de NÂO nos incluirmos entre aqueles favoráveis à divisão do Pará, por razões técnicas e políticas sobejamente conhecidas, em particular no âmbito da Academia, divulgamos o texto com o intuito de promover, como sugerido, um debate sobre as questões abordadas:

Por que o Estado pretendido por nós já vir denominado como "TAPAJOS", tendo como capital "SANTAREM". Quem decidiu? Ao que se sabe não houve nenhuma consulta sobre nomes, verdade? Aliás, se for  oportuno, pode abordar logo no "Espoca" nosso desapontamento. Já nasceremos recebendo "prato feito"?

 

Avião desaparece em Oriximiná

Por Jeso Carneiro em 4/7/2011 às 12:17 (http://www.jesocarneiro.com.br)
A aeronave de prefixo PP-EJB está desaparecida deste sexta-feira (1º).
Ela alçou voo da aldeia indígena Cuxaré com destino a Oriximiná, no oeste paraense. Mas não chegou até agora a cidade. Cuxaré fica no município de Oriximiná, próximo à fronteira com Suriname, no extremo norte do Pará.
O avião, conforme o blog apurou, é um Sêneca II, pertencente à empresa W.E.J. Táxi Aéreo. Estava sendo dirigido pelo piloto que atende pelo apelido de “Mico”, natural de Amapá (Laranjal do Jari), ainda novo na profissão.
As buscas já iniciaram.
O tempo de viagem entre Cuxaré e Oriximiná, em aviões do tipo Sêneca II, é percorrida em cerca de 90 minutos.

 

<< Início < Anterior 171 172 173 174 175 176 177 178 179 180 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL