Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks

Oriximiná eliminado da Copa Oeste

O desastre anunciado se confirmou ontem à noite, no Estádio Dr. Picanço Diniz: Oriximiná 0 x 2 Alenquer. Com esse resultado a seleção espoca-bode se despediu melancolicamente do torneio no qual foi destaque constante nos últimos anos. No próximo sábado as seleções de Juruti e Alenquer farão a partida final da Copa, e os jurutienses, pelos resultados obtidos, são francos favoritos.

Última atualização ( Qui, 23 de Setembro de 2010 09:39 )

 

Pesquisadores identificam 653 espécies de árvores com flores na Calha Norte do Rio Amazonas

SÃO PAULO - Maior unidade de conservação de florestas tropicais do mundo, a Estação Ecolótica do Grão Pará, na calha norte do Rio Amazonas, abriga 125 espécies de samambaias e avencas e 653 espécies de árvores com flores - destas, cinco estão ameaçadas de extinção no Pará. Este é o saldo do levantamento feito por pesquisadores do Museu Paraense Emílio Goeldi na estação ecológica, divulgado no boletim deste mês do museu.

Os pesquisadores dizem que, na unidade, as espécies "se encontram protegidas das ameaças de atividades predatórias, como a extração de madeira e a caça profissional ilegal.


Em entrevista publicada no boletim, o pesquisador e ornitólogo Alexandre Aleixo disse que a região foi encontrada praticamente em estágio primitivo de conservação. "Não podíamos ter encontrado um lugar mais preservado", diz ele.
Criada pelo governo do Pará em dezembro de 2006, a estação os municípios paraenses de Oriximiná, Óbidos, Alenquer e Monte Alegre e incorpora porções das bacias hidrográficas dos rios Cuminapanema, Curuá, Maicuru, Mapuera, Trombetas e Paru D'Este. O relevo incosntante, com vales, planícies e rios encachoeirados, dificulta o acesso à região, que faz fronteira com terras indígenas.

(O Globo, 12/09/2010)

Última atualização ( Ter, 21 de Setembro de 2010 13:38 )

 

Amazonas pode ter energia de Tucuruí e Oriximiná uma subestação

MANAUS - Projeto da empresa Manaus Transmissora de Energia S.A., beneficiando quinze municípios dos estados do Amazonas e Pará está sendo analisado pela Sudam, com vista a obtenção de recursos do Fundo de Desenvolvimento da Amazônia – FDA.

O empreendimento prevê a construção de 558,25 km de linha em circuito duplo de 500KV, servindo os municípios de São Sebastião do Uatumã, Silves, Rio Preto da Eva, Urucará, Nhamundá, Itacoatiara e Manaus, no estado do Amazonas.

No estado do Pará o linhão cobrirá as cidades de Altamira, Prainha, Faro, Curuá, Oriximiná, Alenquer, Óbidos e Terra Santa, que passarão a ser supridos diretamente com energia gerado pela Usina Hidroelétrica de Tucuruí.

Última atualização ( Ter, 14 de Setembro de 2010 07:33 )

 

<< Início < Anterior 181 182 183 184 185 186 187 188 Próximo > Fim >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL