Oriximiná é o terceiro município do Pará a ter o programa do governo estadual que é executado por meio da Polícia Militar, em parceria com a Prefeitura.

Cerimônia de anuncia da escola que foi contemplada pelo programa militar em Oriximiná — Foto: Prefeitura de Oriximiná/Divulgação

O programa do governo do estado contemplará a Escola Municipal Iracema Givone, em Oriximiná, no oeste do Pará, como Colégio Militar. No início desta semana o município recebeu o anúncio, após visita de policiais militares comandados pelo coronel Márcio Carmo, chefe da Divisão de Escolas Militares do Estado.

Eles realizaram visita técnica em três escolas de ensino fundamental. O anúncio da instituição escolhida aconteceu em cerimônia oficial na manhã de sexta-feira (13) na escola selecionada e reuniu representantes do Governo Municipal, da Câmara, da Polícia Militar, gestores educacionais, professores, pais e alunos e em comunidade em geral.

A Escola Militar é um programa do Governo do Estado executado por meio da Polícia Militar, em parceria com a Prefeitura. "Depois de muita articulação conseguimos trazer esse importante projeto para o município. Faremos um investimento alto na escola para adequá-la às exigências do Estado, pois sabemos que o retorno desse investimento será um futuro melhor para nossos alunos e para toda sociedade", ressaltou o prefeito Ludugero Tavares.

O município de Oriximiná é o terceiro do Pará a ser contemplado com esse projeto que já existe em Marabá e Canaã dos Carajás. A notícia despertou em todos, grandes expectativas, principalmente na comunidade escolar.

"Estamos felizes por nossa escola ser selecionada para a implantação desse grande projeto, sabemos que isso vai trazer muitas transformações e melhorias para todos, principalmente para nossos estudantes que terão a possibilidade de estudar o Ensino Médio aqui", comenta Sávio Pinheiro, Diretor da Escola Iracema Givone.

O município terá 120 dias para fazer os investimentos na infraestrutura da escola e outras adequações administrativas. O início das atividades como Escola Militar está previsto para o segundo semestre de 2020. "A partir de agora estamos em contagem regressiva para o início das atividades que vai acontecer assim que os alunos voltarem das férias para o segundo semestre de estudo", informa Liliana Diniz, Secretária de Educação.

"Tenho uma filha e sobrinha estudando aqui, a gente quer nossos filhos com mais segurança e disciplina, penso que vai ser muito bom para todos, até o bairro ganha porque a gente imagina que vai ajudar a diminuir a violência na escola e fora dela", declara Rubvane Nunes, moradora do Residencial Tia Ana.

Concluído esse processo de implantação, o educandário passará a ser denominado Colégio Militar Rio Trombetas Iracema Givone, com gestão do governo estadual. As adequações estão sendo realizadas e a partir de agosto será oficialmente implantado o Colégio Militar.

Fonte: G1 Santarém — PA, 14/03/2020.